Você Está Aqui
Home > Blog > O dia em que Rod Stewart “acordou” meio Ben Jor

O dia em que Rod Stewart “acordou” meio Ben Jor

Dois grandes nomes da música, nosso genial Jorge Ben e o astro britânico Rod Stewart, mas em que momento suas histórias se “cruzaram”?

Não seria absurdo nenhum, caso os dois renomados artistas já tivessem em alguma ocasião dividido o mesmo palco, mas já digo que isso não aconteceu; qual seria então a ligação existente? Explico!

Vamos voltar à década de 70, onde dentre tantos sucessos, Jorge Ben, acabara de lançar um dos grandes clássicos de sua profícua carreira, “Taj Mahal“, originalmente gravada no álbum de nome “Ben“, do ano de 1972.

Mas vamos nos aprofundar um pouco mais na história que inspirou Ben a compor a famosa canção…

Taj Mahal é um monumental mausoléu, localizado em Agra, que fica no estado de Uttar Pradesh, na Índia, que em 2007 foi anunciado pela UNESCO como uma das “Novas Sete Maravilhas do Mundo“.

A construção se deu por ordem do Imperador Shah Jahan, entre os anos de 1632 e 1653, em memória de uma de suas esposas, tida por ele como a favorita, de nome Aryumand Banu Begam, também conhecida como Mumtaz Mahal que significa “A joia do palácio“, que veio a falecer após dar à luz ao décimo quarto filho do Imperador, tendo o monumento construído sobre seu túmulo.

Mas voltando à música, que é o nosso foco, não é mistério nenhum que Jorge Ben consegue de maneira genial, abordar temas históricos com uma roupagem animada e dançante, o que por vezes nos faz ouvir suas canções e sequer nos atentarmos para o quanto esse cara saca de história.

Tudo bem! Já falamos sobre Ben, mas onde entra o cantor britânico nessa história? Vamos lá!

Stewart lançou em seu álbum do ano de 1978, “Blondes Have More Fun“, uma canção que logo se tornaria um grande sucesso, “Da Ya Think I’m Sexy?“, composição do cantor, em parceria com Carmine Appice e Duane Hitchings, que em sua letra fala basicamente sobre um rapaz tímido, uma moça tímida e no final tudo acaba em sexo. Ponto!

O que tem a ver a letra com um contexto histórico de Ben com a letra sexual de Stewart? Um plágio! Sim! O cantor britânico plagiou a canção de Jorge Ben, cerca de oito compassos para ser mais exato (compasso é a forma de dividir quantitativamente em grupos os sons de uma composição musical).

O gringo usou o refrão inteiro da canção de Jorge Ben Jor e no final dos anos 70, quando se vivia o estouro da “Disco Music“, a canção alcançou o topo do sucesso mundial dando início a uma briga judicial, onde a editora responsável pela obra do artista brasileiro, pediu o bloqueio da execução da canção de Stewart em todo o mundo. A diferença foi mínima e basicamente em poucas notas, onde certamente se deu por conta da métrica da canção.

A questão se arrastou e muitos fizeram questão de não querer ver o óbvio, houve quem chegasse a defender que não foi plágio, mas no final das contas não só o Stewart acabou sendo obrigado a atribuir a coautoria de “sua” canção a Ben, como encerrou a questão, com uma citação sobre o caso que aparece no livro “Rod – A Autobiografia“, onde diz que passou o Carnaval do ano de 1978 no Brasil, acompanhado de Elton John e Freddie Mercury, e que em todo lugar que se encontrava, ouvia a canção de Jorge Ben, que a melodia ficou em sua cabeça de maneira inconsciente e que assim compôs “Da Ya Think I’m Sexy?

Você já ouviu “Taj Mahal” no Carnaval? Em blocos ou bailes carnavalescos? Eu já! E agora ficou claro temos algo em comum com Stewart, ele também já ouviu e pelo visto gostou muito…

Segue abaixo as duas canções, ouça e comprove.

Jorge Ben Jor – Taj Mahal

 

Rod Stewart – Da Ya Think I’me Sexy?

 

Comentar Via Facebook

Jonn Nascimento
Produtor musical, músico, pesquisador e "aquele tal de Roque Enrow".
Top