Você Está Aqui
Home > Notícias > Cantor Roberto Carlos processa homônimo por usar nome próprio em imobiliária

Cantor Roberto Carlos processa homônimo por usar nome próprio em imobiliária

O cantor Roberto Carlos, o “Rei”, aquele que todo mundo conhece, processou o corretor de imóveis Roberto Carlos Vieira, de 55 anos, por ele usar seu nome em sua imobiliária, a Roberto Carlos Imóveis, localizada em Vila Velha, no Espírito Santo.

O processo foi aberto em nome da Editora Musical Amigos LTDA, do cantor, e corre na 15ª Vara Cível de São Paulo. “Eu nunca fui em nenhum show do Roberto Carlos. E o nome nem foi dado em homenagem ao cantor, e sim ao meu pai”, afirmou o corretor ao UOL.

Ele conta que, por causa do processo, está tendo “perdas financeiras” e teve que tirar o filho da faculdade. “Não estou falido, mas estou passando perrengues”, disse ao site. “Como profissional liberal, tudo o que eu tenho é o meu nome, do qual eu sou conhecido desde que nasci”, afirmou. O maior problema é com o fato de Roberto Carlos cantor ser dono de uma empresa imobiliária, como Roberto Carlos, o corretor. A do cantor se chama Emoções Incorporadora. Cabe recurso, mas a Justiça mandou o corretor parar de usar o próprio nome sob “qualquer pretexto ou forma, especialmente como elemento de nome empresarial, título de estabelecimento, marca, nome de domínio na internet, materiais publicitários, totens, letreiros, notas fiscais e cartões de visita”.

A esperança do Roberto Carlos corretor é o outro Roberto Carlos corretor, Roberto Carlos Dantas, dono de uma imobiliária na Paraíba. Este também foi processado pelo cantor, mas a ação foi considerada improcedente. E o “Rei” ainda teve que pagar as custas processuais. Tá bem difícil ser Roberto Carlos no Brasil, originais ou genéricos.

 

Fonte: Surrealista

Comentar Via Facebook

Redação CotidianoMPB

Perfil oficial da Redação do Cotidiano MPB. Responsável pela criação e publicação de mátérias, conteúdos e notícias MPB.

Curta: https://www.facebook.com/CotidianoMPB/

Top